20.10.15

O Diário de Ge Ep.2 Sorte no azar



Oi, acho que vou te chamar de Di!

Voltei pra contar que hoje o dia parecia que não ia acabar...
Na aula de português tinha apresentação em dupla e eu e a Van tivemos que ir lá na frente e comentar sobre a nossa resenha do livro Memorias póstumas de Brás Cubas e adivinha o que aconteceu... Como sempre o pior, comecei a soar frio e deu uma tremedeira danada eu estava paralisada, de ter que falar alto e todo mundo me olhando, só saiu uma palavra ‘o-oi’ num gaguejo e sai correndo para vomitar no banheiro.

Depois desse vexame eu consegui me recuperar, mas tive que aguentar a zoação dos garotos da minha sala me chamando de gorda do vomito. E é difícil, porque eu falo que não ligo, mas no fundo acabo me magoando.

Com o passar do dia, no bus indo para a natação ainda fui constrangida, por um cara que sem pensar soltou um gostosa no momento em que descia no ponto. Essas pessoas são nojentas e eu não sou obrigada a ouvir esse tipo de coisa, apesar de ter ignorado!

Dai na natação, como se não bastasse o que eu já tinha passado, entraram umas gêmeas ‘-‘ e no vestiário ficaram fofocando sobre as minhas estrias; como se eu nem estivesse ali me trocando e percebendo que era o foco delas.

Ás vezes eu me deparo pensando Porque eu não sou tão alta e magra?”, “Porque eu tenho estrias e celulite?”, “Porque as pessoas sempre discriminam o que é diferente delas?” e ainda não consigo achar resposta (nesse momento respirei errado e acabei me afogando um pouco, no meio da piscina). É difícil ter essa idade, esse corpo e ainda fazer parte dessa sociedade!



Terei que fazer a lição na sala, se a energia não voltar...
Esse foi o meu dia Sorte no azar. Beijos Di, até amanhã. 


0 comentários:

Postar um comentário

 
Layout criado e codificado para o blog Vennus | Cópia proibida © 2015